15/07/2011

Com gol de Willian, Timão bate Inter e abre seis pontos no topo

O Corinthians encontrou no Internacional um adversário complicado, na noite desta quinta-feira, no Pacaembu, mas insistiu tanto que o derrotou por 1 a 0. O nome do jogo foi mais uma vez o atacante Willian, autor do único gol e agora artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, os comandados do técnico Tite, invictos na competição nacional, abrem seis pontos de diferença para o vice-líder Flamengo - ambos com nove jogos disputados. Já o Internacional permanece com 15 pontos conquistados em dez partidas, na sexta posição.

O time alvinegro volta a campo na quarta-feira que vem, diante do Botafogo, em São Januário, e o colorado tem novo compromisso neste domingo, contra o São Paulo, no Beira-Rio.

Os goleiros nem precisaram trabalhar tanto na primeira etapa, em virtude da ineficiência dos ataques. Quando foram acionados, o corintiano Julio Cesar e o colorado Muriel deram conta do recado. Nas outras poucas chances, eles foram beneficiados pelas desafinadas pontarias.

Aos 14 minutos, Liedson recebeu na intermediária, viu Muriel adiantado e tentou, em vão, encobrir o colorado. No minuto seguinte, Willian arriscou da meia esquerda, e o goleiro se agachou para uma firma defesa. Aos 20, ele deixou a meta para impedir gol de Liedson.

O Inter chegou menos ao campo de ataque, mas construiu a melhor oportunidade antes do intervalo. D'Alessandro tabelou pelo lado direito do campo e deu passe em profundidade a Leandro Damião, que tirou Julio Cesar da jogada, atrasou sem força e viu Fábio Santos afastar. Antes disso, o goleiro havia saído bem em dividida com Zé Roberto, na pequena área.

Com dificuldade de infiltração, os dois times passaram a chutar mais de fora da área. A equipe alvinegra tentou com o zagueiro Chicão - e Muriel mais uma vez mostrou firmeza na defesa -, enquanto a gaúcha levou perigo em arremate de D'Alessandro, bem perto do travessão.

Depois do intervalo, o Corinthians não demorou a assustar o rival e a levantar sua torcida no Pacaembu. Com dois minutos, Alex bateu falta da direita e quase encobriu o goleiro Muriel.

O Inter respondeu dez minutos mais tarde. Após escanteio cobrado por Kleber, pelo lado esquerdo, a bola sobrou no bico direito para Oscar, que chutou cruzado, à direita da trave.

Quando o Inter passou a ter maior volume de jogo, o técnico Tite sacou Liedson, que vem se desgastando muito com a sequência de partidas, e colocou Emerson em campo. O habilidoso atacante deu novo gás ao time, procurou as jogadas e abriu mais espaço na defesa adversária.

O esforço em buscar mais uma vitória dentro de casa foi recompensado aos 32 minutos. Emerson foi acionado na pequena área e tirou a zaga com corta-luz. A bola sobrou para Paulinho rolar até Willian, que chutou cruzado, sem chance para Muriel, e fez seu quinto gol no Brasileiro.

O Inter ainda tentou responder, mas o Corinthians mostrou o porquê de ser a defesa menos vazada do campeonato, segurou o resultado e criou ainda mais corpo na liderança.

Nenhum comentário: